Header Ads

Barbalha instala Zona Azul para desafogar trânsito no Centro

FOTO: Elizângela Santos
Barbalha é mais um município caririense a adotar o sistema de estacionamento rotativo Zona Azul. O principal objetivo do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) é dar mais fluidez no trânsito, principalmente, no Centro da cidade. De acordo com o órgão, o sistema foi implantado inicialmente em 12 ruas, mas a previsão é de que, até o final do ano, contemple 22 ruas. Esta semana foi iniciada a campanha educativa que segue por 15 dias. Após esse período, o valor cobrado será semelhante ao praticado em outros municípios. O consumidor pagará R$2 e poderá utilizar a vaga por até duas horas. 

O diretor do Demutran de Barbalha, Fábio Luiz Macedo Coelho, conta que o projeto de instalação do sistema de estacionamento rotativo foi bem estudado. “Nós já fizemos o levantamento das ruas que terão Zona Azul, da quantidade de vagas destinadas a idosos e deficientes e também dos logradouros que passarão a ser sentido único. Nos próximos 15 dias, estaremos realizando campanhas educativas para que os condutores se adaptem as mudanças”, explica Fábio Luiz Macedo. 

Entre as ruas contempladas com o Zona Azul estão a Rua do Vidéo, Dom Pedro I, Neroly Filgueira, Pinto Madeira, Pero Coelho, dentre outras. A novidade tem dividido a opinião dos barbalhenses. Para Dorinha Lima, que é gerente de uma loja de roupas no centro da cidade, a implantação do sistema rotativo é uma boa alternativa para desafogar o trânsito da cidade. “Muitos clientes, às vezes, precisam deixar o carro distante, para vir comprar aqui na loja. Acredito que, com o Zona Azul, vai melhorar bastante o fluxo de veículos e até impulsionar o comércio local”, diz a gerente de loja. 

Já o vendedor José Carlos acredita que a mudança pode comprometer a disponibilidade de vagas para motocicletas. “O que a gente vê em outras cidades é que quando implantam o Zona Azul fica complicado encontrar vaga para estacionar a moto. Acontece isso em Crato, Juazeiro e, eu acredito, em Barbalha não será diferente. É importante que o Demutran fique atento a essa questão para que os motociclistas não sejam prejudicados”, aponta o vendedor. 

O Demutran informou que já foi feito um levantamento das áreas destinadas ao estacionamento de motocicletas e motonetas. “O nosso estudo levou em consideração todos os tipos de veículos. Vamos deixar áreas destinadas às motocicletas, o nosso objetivo é melhorar a fluidez no trânsito”, aponta Fábio Luiz Macêdo.       (Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.