Header Ads

Camilo está entre os petistas que menos receberam recursos


Líder na disputa ao Governo do Estado e um dos quatro candidatos do Partido dos Trabalhadores (PT) à reeleição no Brasil, o governador Camilo Santana está entre os postulantes da sigla que menos receberam recursos do Fundo Eleitoral. De acordo com levantamento feito no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), através da plataforma Divulgacandcontas, o petista só tem à disposição, por enquanto, R$ 392 mil oriundos da direção nacional da agremiação.

Dos quatro candidatos à reeleição do PT, Fernando Pimentel, em Minas Gerais, é o que recebeu o maior montante, R$ 2,4 milhões. Rui Costa, que postula reeleição na Bahia, recebeu R$ 710 mil da direção nacional e R$ 500 mil da estadual. Já Wellington Dias, no Piauí, até o momento, conta com repasses de R$ 482,5 mil.

Para se ter uma ideia, Camilo Santana recebeu menos recursos até que candidatos cearenses a deputado federal, visto que os postulantes da sigla no Ceará tiveram repasses para suas contas da ordem de até R$ 500 mil, como foi o caso de Luizianne Lins. Os candidatos à reeleição José Nobre Guimarães e José Airton Cirilo também receberam mais que o governador, sendo R$ 450 mil cada.

De acordo com o TSE, o valor do fundo repartido entre os 35 partidos existentes é da ordem de R$ 1,7 bilhão, sendo que o MDB é a sigla que tem a maior fatia deste bolo, num total de R$ 234 milhões. Em seguida vem o PT, com R$ 212 milhões.    (Blog do Edison Silva)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.