Header Ads

Crajubar tem número de jovens eleitores reduzido


O voto é obrigatório para a maioria dos brasileiros, salvo alguns grupos, como no caso dos adolescentes de 16 e 17 anos. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) registrou uma redução. Em 2016, existiam 2,3 milhões de eleitores com esta faixa etária, mas o montante foi reduzido em quase 40% na eleição atual, diminuindo para 1,4 milhões de eleitores. 

Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha acompanham o cenário nacional com a diminuição de 10% na quantidade de eleitores. São 443 adolescentes de 16 e 17 anos a menos, se comparados o total de votantes da eleição passada com a de outubro próximo. Os dados são coletados por meio de plataforma on-line do TSE. 

Contudo, ao ampliar a faixa etária para adolescentes e jovens com idade entre 16 e 24 anos o contexto se altera. Ao todo, as três principais cidades do Cariri somam 734 eleitores a mais no prognóstico para o pleito de outubro. Apesar disso, a mudança aponta mais para uma estagnação devido ao acréscimo de apenas 1,4% no total de eleitores jovens de uma eleição para outra. 

A estudante Rayanne Varela, de 17 anos, faz parte do contingente de eleitores com esta faixa etária. Ela se alistou pela primeira vez, junto à Justiça Eleitoral, para as eleições deste ano. “Acredito que o meu voto é importante diante da situação que o país está passando. Também penso que o voto da mulher é importante, já que somos maioria. Ainda mais quando acredito que o nosso voto [das mulheres] pode fazer o diferencial”, conta a estudante que participa de movimentos feministas e estudantis. 

Por outro lado, há quem não se anime em votar. Segundos órgãos da Justiça Eleitoral, há um cenário de descrença com o sistema partidário e com a política brasileira em si. O cenário, analisam os órgãos, conduz muitas pessoas a abdicar de um direito que já foi motivo de disputas históricas e até mortes. 

Bruno Fernandes, de 16 anos, afirma não ter motivação para escolher representantes. “Eu não acredito muito nessa coisa de política. O que a gente vê é muita corrupção nesse país. Então, para que eu vou votar? Só para enricar esses políticos?”, defende. 

Para a chefe do cartório eleitoral em Juazeiro do Norte, Patrícia Vieira, a busca dos jovens pelo alistamento eleitoral é uma constante. Conforme conta, muitos com a faixa etária de 16 a 18 anos procuram a Justiça Eleitoral, inclusive cada vez mais cedo, devido à exigência do Título Eleitoral para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio e outros tipos de vestibulares.        (Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.