Header Ads

Estudantes reclamam de linhas que dão acesso à Cidade Universitária, em Juazeiro


Estudantes juazeirenses reivindicam mais ônibus para a Cidade
Universitária. FOTO: Jornal do Cariri
O transporte público que dá acesso a Cidade Universitária, em Juazeiro do Norte, tem sido alvo de reclamações. Estudantes que utilizam os ônibus da Via Metro afirmam que a frequência das linhas que dão acesso ao polo universitário deixam a desejar. Quem trabalha ou mora em outra cidade - e precisa fazer uso do transporte público - acaba sendo prejudicado, uma vez que essas pessoas têm que se deslocar mais tarde até às instituições e nem sempre podem contar com o transporte, tendo que buscar outros meios para chegar à universidade. 

O estudante Anderson Júnior trabalha até as 17h30 e conta que, vez ou outra, acaba chegando atrasado ou perdendo a condução. “Passa ônibus 17h10 e outro 18h10, mais ou menos. Se eu tenho que sair mais tarde do trabalho, acabo perdendo o ônibus e não tenho como ter acesso à outra linha, porque os ônibus passam praticamente de hora em hora. Se eu não tiver como pagar um mototaxi ou dividir o Uber com alguns colegas, acabo chegando atrasado ou fico sem ir à universidade”, desabafa o estudante. 

Francisca Fabíola Silva Ferreira mora no Novo Juazeiro e, diariamente, tem que pegar dois ônibus para chegar até a Universidade Federal do Cariri. Ela conta que, além do tempo de espera, o número de linhas que dão acesso ao Polo Universitário deixa a desejar. “O intervalo entre um ônibus e outro é bem extenso e, em determinados pontos, o transporte acaba ficando bem lotado, muita gente tem que ir em pé porque não tem mais cadeiras disponíveis. Deveriam ampliar o número de linhas para oferecer mais comodidade aos estudantes”, aponta a universitária. 

De acordo com José Cláudio Oliveira Maia, gerente administrativo da Via Metro no Cariri, foi realizado um estudo prévio para verificar a quantidade de linhas necessárias para atender a demanda no Polo Universitário. Para evitar que os alunos percam o transporte, ele orienta que os mesmos verifiquem antecipadamente os horários das linhas que dão acesso às universidades. (Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.