Header Ads

Imóveis de Juazeiro passam por atualização de dados


Até o final de outubro, os imóveis de Juazeiro do Norte - com e sem edificação - passarão por um processo de cadastramento ou recadastramento. O trabalho está sendo desenvolvido pela Secretaria de Administração e Finanças (Seafin), em parceria com 100 estudantes universitários. Os dados obtidos permitirão a construção de políticas públicas adequadas ao desenvolvimento urbano, bem como a aplicação de uma tributação mais justa. Durante o período de realização da coleta de informações, os agentes estarão uniformizados e identificados com crachá. Os dados coletados deverão permitir a identificação das características dos imóveis, de seus proprietários ou possuidores. 

Caso o imóvel esteja fechado, desocupado ou de qualquer forma inacessível, o agente emitirá notificação, deixando-a na caixa de correio ou outro meio igualmente eficaz de comunicação. Os agentes irão solicitar cópia do CPF, do comprovante de residência, documento de propriedade, identificação dos elementos quantitativos e qualitativos que permitam a identificação do valor dos imóveis, de acordo com a legislação municipal. É importante que os responsáveis pelos imóveis recepcionem os agentes cadastradores e forneçam as informações necessárias. 

De acordo com o secretário de Administração e Finanças, Evaldo Soares, tanto o número de imóveis cadastrados como o valor arrecadado através de tributos é aquém da realidade. “Juazeiro do Norte tem, hoje, 135.197 imóveis cadastrados, entre terrenos com e sem edificações. Isso está gerando um IPTU no valor de R$ 28,8 milhões. Mas, entre janeiro e julho, foram arrecadados R$ 6,9 milhões. O Município possui uma dívida ativa tributária no valor de mais de R$ 80 milhões. Queremos corrigir as distorções existentes e deixar o contribuinte legalizado”, aponta Evaldo Soares.

A estudante de Engenharia Civil, Tahis Cristina, foi uma das selecionadas para o projeto e conta que fica feliz em contribuir com a atualização de dados. “É muito bom participar desse projeto, uma experiência a mais para o currículo e sem falar que estarei contribuindo diretamente para a atualização de dados sobre os imóveis do Município. Tivemos uma experiência exitosa em Barbalha e acredito que em Juazeiro também teremos”, afirma a estudante.       (Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.