Header Ads

Justiça proíbe Eunício de usar Camilo, Cid e Lula em propaganda eleitoral

FOTO: Thiago Gadelha
A Justiça Eleitoral decidiu na noite de ontem, 2, que o candidato à reeleição ao Senado Eunício Oliveira (MDB) não pode usar "a voz, as imagens ou os nomes" do ex-presidente Lula (PT), do também candidato ao Senado Cid Gomes (PDT) e do governador Camilo Santana (PT) nas propagandas eleitorais do rádio e da televisão.

A decisão liminar do juiz José Vidal Silva Neto ainda pode ser revista pelo pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE). A assessoria de imprensa de Eunício informou que não vai se manifestar até ser notificada.

"A propaganda eleitoral de um partido ou coligação não pode ser feita com divulgação ou propagação da imagem, voz e conteúdos pessoais e exclusivos dos candidatos dos partidos e coligações com os quais está em disputa, ou deveria estar", diz o texto da liminar.

A aliança entre Eunício e Camilo é "informal", ou seja, eles estão em coligações distintas, mas têm participado de atos políticos juntos.

A decisão também proíbe a gravação de cenas externas sem a participação do candidato, sem a janela de tradução de libras e sem legenda partidária. O descumprimento gera uma multa diária de R$ 10 mil.

A coligação "Tá na hora de mudar", formada pelo Pros e PSDB, é a autora do recurso. (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.