Header Ads

Setor de serviços no Ceará reage e cresce 2,3% em julho


O volume de serviços prestados no Ceará cresceu 2,3% em julho na comparação com junho tomando fôlego após índices negativos. O resultado foi o segundo melhor do Páis, perdendo somente para o Maranhão, que avançou 3,4% na mesma base de comparação. O desempenho na análise mensal vem influenciado pelo período de alta estação das férias, que aquecem a demanda pelos serviços prestados à população.

O indicador do Estado ficou acima da média do País, que ainda se situa na zona negativa, apresentando retração de 2,2%. As informações são da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgada nesta sexta-feira (14) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Comparação com ano anterior
Na comparação com julho do ano passado, no entanto, o setor de serviços cearense registrou queda de 6,8%, a quarta mais significativa do Brasil nessa base de comparação. Nos sete primeiros meses de 2018, o Ceará acumula retração de 8,9% enquanto que nos últimos 12 meses - de julho do ano passado para julho de 2018 - a queda chega a 9,5%.

No País, o setor de serviços caiu 2,2% frente ao mês anterior, após também recuar 3,4% em maio e avançar 4,8% em junho (série com ajuste sazonal). Em comparação a julho de 2017 (série sem ajuste sazonal), o setor de serviços variou -0,3%, quinta taxa negativa do ano nesse tipo de confronto. O acumulado do ano ficou em -0,8% e o dos 12 meses, ao passar de -1,2% em junho para -1,0% em julho de 2018, manteve a trajetória predominantemente ascendente desde abril de 2017 (-5,1%).      (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.