Header Ads

86% dos feridos e mortos no trânsito do Ceará se envolvem em acidentes com motocicleta

O médico traumatologista do IJF atribui o número elevado de
acidentes com motocicletas, no Ceará, a imprudência dos motoristas
e motociclistas no trânsito FOTO: José Leomar
O número de pessoas que ficaram feridas e morreram em acidentes de trânsito envolvendo motocicletas chegou a 15.093 no Estado, no último mês de setembro. O valor representa 86% do total de acidentes de trânsito (17.485) registrados pela Seguradora Líder, responsável pelo Seguro DPVAT, no Ceará, nos nove primeiros meses deste ano. 

Juntos, os acidentes envolvendo carros, ônibus/microônibus, ciclomotor, motocicletas, caminhões e pick-ups somam o restante de pessoas feridas e mortas em colisões nas ruas, vias e rodovias do Estado, de janeiro a setembro deste ano - 2.392 acidentes (14% do total registrado no Ceará).

Das 17.485 indenizações pagas pela Líder de janeiro a setembro de 2018, 1.602 (9%) foram por morte; 13.965 (80%) por invalidez e 1.918 (11%) referente a despesas médicas. Do total de indenizações pagas por mortes, 70% foram para vítimas de acidentes com motocicletas (motociclistas, passageiros e pedestres atropelados pelo veículo) - aproximadamente 1.123. 

Segundo o médico traumatologista do Instituto Doutor José Frota (IJF) e presidente da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia no Ceará (SBOT), Tiago de Morais Gomes, o número elevado se deve, principalmente, a imprudência no trânsito por parte de motociclistas e motoristas. Além disso, o médico ressalta que muitos dos acidentados atendidos no IJF chegam alcoolizados.         (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.