Header Ads

Aumenta a produção da indústria do Ceará


A utilização da capacidade instalada da indústria cearense chegou a 83,5% em agosto, um ponto percentual acima do resultado observado em julho, segundo dado mais divulgado pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec). Segundo Guilherme Muchale, economista da Fiec, a ociosidade industrial, tradicionalmente, cai no segundo semestre diante do aumento da demanda.



Entretanto, apesar da alta mensal, o indicador ficou abaixo do resultado observado em agosto de 2017 (85,4%). "É comum a redução da ociosidade no segundo semestre. A gente espera que essa redução continue nos próximos meses para que a gente feche o ano com um resultado positivo", diz o economista.

No Brasil, a utilização da capacidade instalada da indústria apresentou crescimento tanto na passagem de julho para agosto (de 77,6% para 78,1%), como na comparação entre agosto deste ano com agosto de 2017, quando também estava em 77,6%.

Faturamento
Mesmo com a queda da ociosidade da indústria cearense, o faturamento real do setor em agosto apresentou leve queda de 0,7% em relação a julho. Mas no acumulado do ano, a queda foi de 7,7% e na comparação entre agosto do ano passado com agosto deste ano a retração foi de 7,1%. "O fato de o faturamento não ter apresentado oscilações muito bruscas reflete a situação do País, que está em compasso de espera pelo resultado das eleições", diz Muchale.

"A economia vinha bem no primeiro trimestre, mas depois, os indicadores começaram a piorar", completa.       (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.