Header Ads

“Estrategicamente, eu posso decidir não ir a debates”, diz Bolsonaro


Em sabatina na Rádio O POVO/CBN, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta quinta-feira que, “estrategicamente, pode não ir a debates” na televisão com o seu adversário Fernando Haddad (PT).

Por recomendação médica, Bolsonaro, que foi alvo de atentado a faca enquanto fazia atividade em Juiz de Fora (MG) no dia 6 de setembro, está impedido de participar da campanha até o dia 18.

Na entrevista à rádio, o capitão da reserva usou a proximidade do postulante do PT com o ex-presidente Lula como fator para que não aceite ir aos encontros de presidenciáveis na TV e rádio.

“Estou conversando com Haddad ou o ventríloquo do Lula?”, ironizou o militar, que cancelou ontem participação em debate da Rede Bandeirantes – o evento estava previsto para hoje.

Questionado então se não seria injusto com o eleitorado ausentar-se dos debates, Bolsonaro respondeu: “Os eleitores me conhecem. Eu não comecei agora. Estrategicamente, eu posso decidir não ir”.     (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.