Header Ads

Reservatórios cearenses precisam de manutenção periódica

O açude Jaburu receberá um pouco mais de
R$ 2 milhões para recuperação
Sete reservatórios cearenses tiveram anomalias identificadas durante diagnósticos realizados entre 2016 e 2017 e vão passar por intervenções e reparos, são eles: Tijuquinha (Baturité), Trapiá (Pedra Branca), Cupim (Independência), Valério (Altaneira) e Pau Preto (Potengi), Poço Verde (Itapipoca) e Jaburu 1, em Ubajara. De acordo com o diretor de operações da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos do Estado (Cogerh), Bruno Rebouças, duas licitações em curso, uma em processo final, na ordem de R$ 4 milhões, e outra ainda no estágio inicial, de R$ 12 milhões, darão condições para executar as obras.

De uma lista da Agência Nacional das Águas (ANA) com dez barragens, o Facundo, em Parambu e o São José II, em Piquet Carneiro já foram recuperadas. Relatório de Segurança de Barragens é divulgado anualmente pela ANA e, em 2016, identificou 25 reservatórios com problemas em todo o País, sendo dez no Ceará.

No ano passado, a relação brasileira incluiu o Jaburu 1, entre Tianguá e Ubajara. O açude apresenta percolação pelo maciço e erosão regressiva no canal de restituição do vertedouro. "Já foram realizadas obras para conter a percolação, e está prevista uma ação para recuperação do canal de restituição do vertedouro, sendo esse último no valor de pouco mais de R$ 2 milhões", informa.

Rebouças explica que a Cogerh realiza dois diagnósticos por ano (um antes da quadra chuvosa, outro após as chuvas) nos 155 açudes monitorados pela Companhia. Erosões e vegetação no declive das barragens estão entre os principais problemas encontrados. Entre os serviços mais simples, explica, o chamado roçado nas paredes evita, por exemplo, que a vegetação comprometa a estrutura do equipamento.

"Boa parte dos trabalhos é possível fazer com a nossa equipe. Quando a intervenção é mais complexa e necessita de trabalho de um engenharia maior, é preciso licitar. Dos dez listados pela ANA, três já passaram por manutenção, inclusive o Jaburu 1, que nem estava nessa relação anterior, além dele, o Facundo, em Parambu; o São José II, em Piquet Carneiro já foram recuperados", garante Rebouças.

Processo de licitação
Já o Tijuquinha, o Trapiá, Cupim e o Valério estão em processo de licitação em fase de conclusão na Procuradoria Geral do Estado (PGE) para a escolha do vencedor. "Logo tenhamos isso, daremos ordem de serviço para as obras necessárias. Os demais, como o Pau Preto e o Poço Verde também estão no Termo de Referência, em novo processo de licitação. Essa época de volume baixo é a hora das intervenções", ressalta.

Lista de barragens identificadas pela ANA

Jaburu 1, em Ubajara, que ainda precisa de reparos em seu vertadouro
Facundo, em Parambu e o São José II, em Piquet Carneiro já foram recuperados.
Tijuquinha (Baturité)
Trapiá (Pedra Branca)
Cupim (Independência)
Valério (Altaneira) terão intervenções em licitação
O Pau Preto (Potengi) e Poço Verde (Itapipoca) entraram na licitação em estágio inicial         (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.