Header Ads

Bolsonaro não é liberado para debate e Haddad se dispõe a ir à enfermaria

FOTO: Miguel Schincariol, Daniel Ramalho-AFP
Os médicos que atenderam Jair Bolsonaro (PSL) em São Paulo, desembarcaram nesta quarta-feira (10) no Rio de Janeiro para realizar uma nova avaliação médica do candidato à Presidência da República.


De acordo com a equipe médica, Bolsonaro ainda não está pronto para voltar a fazer campanha e participar de debates.

Com isso, a participação do candidato no debate que estava agendado para esta quinta-feira (11), na TV Band, não vai ocorrer, e também não participará de nenhum dos debates que estavam programados para a próxima semana.

No Twitter, o adversário Fernando Haddad (PT) se dispôs a ir até a enfermaria. “Vamos fazer uma campanha propositiva e demarcar as diferenças entre projetos. Agora, meu adversário precisa participar dos debates. Eu estou disposto a ir até uma enfermaria se for preciso para debater o Brasil. Ninguém pode ser eleito sem apresentar as suas propostas ao povo”, publicou.

No entanto, o cirurgião Antônio Macedo não descarta a possibilidade de Bolsonaro participar de debates neste segundo turno. Em entrevista, ele disse que uma nova avaliação será feita na quinta-feira da próxima semana, dia 18.

“Ele não tem mais inclusão de ferro na veia, como estava sendo feito, não tem mais antibiótico na veia, não tá mais com home care do Einstein o tempo todo, que nós temos mantido. Então ele vai fazer uma intensa reposição nutricional e fisioterapia e, com certeza, pelo que nós conhecemos dele, quinta-feira que vem vamos liberá-lo para tudo que for necessário”, afirmou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.