Header Ads

Juazeiro recebe projeto pioneiro de praças autossustentáveis e educação tecnológica


FOTO: George Wilson
Durante a Campus Day, dentro da programação da E-Week neste sábado (24), foi revelado mais detalhes sobre a estratégia do conceito de “smart city” para Juazeiro do Norte. Na palestra “Painel Cidades Inteligentes”, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação (SEDECI) da cidade, Michel Araújo, e o advogado, professor e especialista em Inovação e Cidades Inteligentes, Dr. Vitor Amuri Antunes, deram indícios de como seria na prática este projeto pioneiro no país.

Consolidando com a Lei Complementar Municipal n.º 117/18, firmada no último dia 14 de junho na Câmara de Vereadores, esta é pioneira no país destacando-se por ser a primeira criada após a regulamentação do Marco Federal de Ciência e Tecnologia. A proposta é implementar, através de uma Parceria Público-Privada (PPP), 10 praças auto sustentáveis na cidade e sistema educacional voltado ao ensino de tecnologia na base curricular de ensino do município.

De acordo com o secretário da SEDECI, o projeto se da a partir da implementação da primeira PPP de cidades inteligentes, sendo uma das metas da concessionária que assumir a concessão fazer a capacitação de jovens desde o ensino básico ao fundamental, para que eles tenham nível específico mais apurado, podendo chegar a um nível superior com noções sobre tecnologia e inovação.

“A amplitude desse projeto prevê principalmente, para escolas publicas, ou seja, para quem não tem acesso a tecnologia como é promovida nas escolas privadas hoje em dia”, diz Michel.

Ainda há estudos de cerca 10 praças de Juazeiro possam se tornar autossustentáveis, sendo abastecidas por sistemas de energia eólica, solar ou mista (integrando os dois formatos), onde toda a energia produzida por este sistema seria consumido para abastece-la. Michel ainda reforça:

“Estando dentro do cronograma, após o tramite da publicação do edital até a contratação da empresa concessionária que irá assumir o projeto na cidade, há o prazo total é de 15 meses, após a contratação, para ser realizada toda a infraestrutura necessária.”

Recentemente, foi inaugurada e entregue à população a primeira “praça inteligente” – a Praça do Giradouro –, em que o serviço de conectividade pública (Wi-Fi) já é oferecido gratuitamente, contando também com vídeo monitoramento e espaço “pet friendly” (bebedouro automatizado para animais de estimação).

Vitor Amauri, especialista em Inovação e Cidades Inteligentes e um dos palestrantes da Campus Day, afirma que este trabalho vem sendo desenvolvido e aprimorado a meses, junto a SEDECI. A iniciativa, segundo ele, propaga uma serie de conceitos, divulgando as ações do plano diretor de cidades inteligentes, primeiro do Brasil, sendo a primeira PPP de smart city do país.

“O Juazeiro já é referência nas estruturações e futuramente será na execução”, diz Vitor.           (Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.