Header Ads

Monsenhor José Alves, vida dedicada à evangelização no Cariri


O sacerdote já perdeu as contas da quantidade de amigos e de afilhados. FOTO: Guto Vital
Cearense de lavras da Mangabeira, Monsenhor José Alves optou pela vida sacerdotal já na adolescência.

Aos 12 anos ingressou no seminário São José, no Crato. O rendimento nas aulas garantiu-lhe bolsa de estudos até o seminário maior, na capital Fortaleza. A ordenação chegou em 1962, no distrito de Quitaiús, município de Lavras da Mangabeira, onde nasceu.

A vida sacerdotal começa em seguida, como cooperador do Monsenhor Lima, em Juazeiro do Norte.  Nessa cidade reside até 1964. Depois segue para Araripe-CE onde permanece até 1968.  Fica no distrito de Quitaiús até 1973,quando retorna à Juazeiro e torna-se capelão da Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro até 1989. O restante do ano de 1989 assume a obra de evangelização no município de Mauriti . Em 1990, celebra a primeira missa como Pároco da Paróquia Menino Jesus de Praga, onde permanece até 2010, e atualmente é Pároco Emérito.

Monsenhor José Alves conta 83 anos de vida no próximo mês de dezembro e 56 de vida dedicada ao sacerdócio marcado por um volumoso número de amizades e afilhados. Também o acompanham as saudades dos pais já falecidos, do Monsenhor Murilo e Padre Silvino Moreira Dias.   (Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.