Header Ads

PSL indica mudanças para órgãos federais no Ceará

O presidente estadual do PSL, deputado federal eleito Heitor
Freire (PSL), em almoço com empresários, na Capital, fala sobre os
planos do Governo de Jair Bolsonaro (PSL). FOTO: Fabiane de Paula
Durante encontro com empresários, nesta sexta-feira (9), em Fortaleza, o presidente estadual do PSL, deputado federal eleito Heitor Freire, disse que a equipe de transição do futuro Governo de Jair Bolsonaro(PSL) está “avaliando” a extinção ou privatização de órgãos federais, inclusive os do Estado. Ele afirmou que fez a indicação de três nomespara a presidência do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), mas estuda a situação dos mais de 800 cargos federais destinados ao Ceará. 

Segundo Heitor, até o próximo dia 12 de dezembro, a equipe de transição de Jair Bolsonaro deverá anunciar o mapa dos órgãos federais na gestão do capitão da reserva. O dirigente do PSL no Estado contabiliza no Ceará a existência de 43 órgãos vinculados à União. "Acho desnecessário tantos órgãos, alguns você pesquisa no Google o endereço e você não sabe nem o que é que eles fazem. A máquina pública vai ser reduzida, tudo está em avaliação".  

Enquanto isso, a equipe de Heitor Freire já tem em mãos uma lista com mais de 800 cargos federais destinados ao Estado, que estão sendo “avaliados”, para saber quais serão cortados e quais nomes poderá indicar. Mas a quantidade de cargos só será resolvida quando a equipe de transição de Jair Bolsonaro definir os órgãos federais. “Até o fim do mês (de novembro), ele vai anunciar o seu primeiro escalão, depois ele vai tratar dos próximos órgãos”.  

No evento com empresários, no entanto, Heitor anunciou, ao ser questionado sobre os projetos do Governo Bolsonaro para o BNB, a indicação de três nomes "técnicos" para a Presidência da instituição, mas não adiantou quais seriam. "Entreguei (a lista) à equipe de transição e vou deixar a critério do presidente (Jair Bolsonaro), mas o que eu garanto é que são nomes técnicos e pessoas capacitadas. Tem cearense, mas nomes não só do Ceará”.   

NORDESTE 
Heitor falou também sobre a criação de uma Secretaria do Nordeste, para cuidar de projetos voltados para a Região. Ele disse, no entanto, que essa é uma ideia defendida pela bancada de parlamentares nordestinos aliados a Jair Bolsonaro e ainda não foi tratada com o presidente eleito.  

"Nesse momento é só conversa entre os parlamentares de Jair Bolsonaro. Nós conversamos sobre a importância em defender o Nordeste a nível nacional e mundial. Temos o turismo que precisa ser valorizado, grandes indústrias já sinalizaram que querem vir para o Brasil, então seria uma secretaria vinculada ao gabinete do presidente Jair Bolsonaro, para apresentar projetos”. 

Ele disse que, "provavelmente", o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) será ligado ao Ministério da Infraestrutura, que será comandado pelo general Ferreira. Heitor Freire descartou a extinção do órgão, que é alvo de problemas estruturais. Ele disse que que será comandado pelo general Ferreira. “O DNOCS é um órgão importante para nos auxiliar com problemas a nível federal. A Transposição vai estar a cargo do DNOCS”, apontou.        (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.