Header Ads

Turismo deve representar 24% do PIB do Ceará em 10 anos


A vinda de mais voos para o Estado faz com que os setores aliados
ao turismo se desenvolvam e impulsionem a economia.
FOTO: Fernanda Siebra
O turismo tem ganhado cada vez mais representatividade na economia do Ceará, impulsionado, principalmente, por investimentos na abertura de rotas domésticas e internacionais e em infraestrutura hoteleira. O setor aéreo, inclusive, é um dos principais responsáveis por esse avanço, uma vez que o Estado, apenas em 2018, adicionou quatro novos destinos no exterior (Cidade do Panamá, Amsterdã, Paris e Orlando), além do incremento das operações para os Estados Unidos.

E em 2019, já estão confirmados dois voos semanais para Madri, na Espanha. Dados mais recentes do Governo do Estado apontam que o Produto Interno Bruto (PIB) do setor passou de 10,5% (em 2015) para 12% no ano passado. De acordo com projeções do secretário de Turismo, Arialdo Pinho, esse número poderá dobrar nos próximos 10 anos.

"Nós estamos trabalhando para aumentar cada dia essa participação do turismo no PIB do Estado. A expectativa é dobrar e chegar a uma participação de 24% em 10 anos". Ele justifica que esse crescimento deve se consolidar com os mais recentes anúncios de novos voos e as negociações que podem se concretizar no próximo ano.

"A Globalia, grupo que controla a Air Europa, que vai realizar os voos de Madri para Fortaleza, quer fazer uma base em Fortaleza, onde todos os negócios da empresas na América do Sul estariam aqui. A gente tem olhado para além de novos voos, mas também para investimentos na parte de hotelaria e investimentos para desenvolver parcerias com o turismo tentando fazer com que Fortaleza seja fortalecida como porta de entrada para a América do Sul", explica o titular da Setur.

As operações da Air Europa foram anunciadas ontem (15) em Madri pelo governador do Ceará, Camilo Santana, e o empresário Javier Hidalgo, proprietário do grupo espanhol. De acordo com Pinho, os voos devem começar entre junho e julho, na alta estação de verão europeu. "Ainda não temos os dias certos. A comercialização dos bilhetes deve começar até o fim de dezembro deste ano", aponta.

"Esses investimentos serão muito importantes para fortalecer o destino entre as duas cidades (Madrid e Fortaleza). A intenção do grupo é fazer de Fortaleza e do Ceará um grande centro de inovação em Turismo. Nosso aeroporto já se consolida como importante hub aéreo para vários países. E a Air Europa, em parceria com a Air France/KLM, quer conectar a Europa a várias países da América do Sul. Isso quer dizer que vamos fortalecer ainda mais o hub aéreo da Capital cearense", afirma o governador, que estava acompanhado dos secretários Arialdo e Élcio Batista.

Camilo citou também que o Governo tem trabalhado para atrair novas empresas para o Aeroporto Pinto Martins e, com isso, ampliar a frequência de voos e destinos.

Novos voos
O secretário não revela muitos detalhes, porém confirma que negocia novas operações internacionais para o Ceará. "Eu busco ainda que a gente tenha conexão com a Itália pelo histórico do País com o Ceará. Nós temos que trabalhar mais isso. Por enquanto estou muito satisfeito com os voos atuais", acrescenta.

Conexões
O secretário do Turismo voltou a dizer que as operações da Air Europa vão ser complementares aos voos do Grupo Air France-KLM e que as conexões para as cidades do Norte e Nordeste serão realizadas pela Gol. "Eles (Air Europa e Air France-KLM) fazem parte da mesma aliança, a Skyteam, então existe essa relação. A Air Europa vai fazer parte dos voos com a Gol, compartilhando as operações, e devem trabalhar no banco de conexões da Gol", confirma.   (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.