Header Ads

Benigna: Paróquia de Santana do Cariri vai ampliar estrutura de acolhimento aos devotos



Em Santana do Cariri, existe um memorial construído próximo ao local onde acontecera o martírio da menina Benigna Cardoso, cujo processo para beatificação segue em Roma, sob a análise da Comissão dos Bispos. O espaço fica no Bairro Inhumas, a 2 km da Igreja Matriz de Senhora Santana, padroeira do município. Lá, os devotos se reúnem anualmente, em romaria, no dia 24 de outubro, data da tragédia.

Mas, nos últimos anos, o número de devotos que visitaram o local aumentou a tal ponto que a paróquia decidiu buscar meios de ampliar as estruturas de acolhimento. As obras serão feitas em parceria com o governo municipal, que doou um terreno, próximo à Casa da Pedra, nas imediações do memorial. A área é suficiente para abrigar um santuário, praça e estacionamento, como explicou o pároco, Padre Paulo Lemos.

“Diante da iminência da beatificação da Serva de Deus, Benigna Cardoso, a ideia é empreender um santuário, uma grande praça, estacionamento, banheiros, locais de venda, tudo bem organizado e planejado”, disse o pároco, Padre Paulo Lemos.

Vista panorâmica do terreno doado. FOTO: Patrícia Mirelly
A notícia foi apresentada à comunidade nesta quinta-feira (6), durante entrevista à Rádio Educativa Vale do Buriti. O bispo de Crato, Dom Gilberto Pastana, que acompanhou o anúncio, disse que este pode ser considerado um dia histórico para os devotos de Benigna, pois as obras, futuramente, vão empreender um grande centro de romaria.

“Essa área, oferecida para a Igreja, nos permite sonhar com projetos amplos, de acessibilidade para os romeiros, de tal modo que eles possam sair com vontade de voltar. Certamente, daqui pra frente, teremos outros encontros para trabalhar esse projeto, correr atrás dos parceiros e dos recursos”, disse Dom Gilberto.

A doação do terreno ainda deve ser aprovada pela Câmara de Vereadores, mas o Prefeito, Pedro Henrique Correia (MDB), já comemora. “Essa parceria é em prol da menina Benigna e em prol do desenvolvimento do nosso município. E nós ficamos muito felizes em poder sonhar isso junto”, afirmou.

Invocada sob o título de “Heroína da Castidade”, Benigna está em processo de beatificação. A ela já fora atribuído o título de “Serva de Deus”. Se obtiver parecer favorável pela Comissão dos Bispos, a jovem será a quarta brasileira com o título de beata, depois de Nhá Chica, Padre Victor e Dom Othon Motta.

Por: Patrícia Mirelly/Assessoria de Comunicação

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.