Header Ads

Ciswal Santos, ex-catador de latas selecionado para estudar em Harvard, recebe título de cidadão juazeirense

FOTO: Valéria Alves
Ciswal Santos, o ex-catador de latinhas que se tornou professor de ciências da computação e recebeu a oportunidade de estudar em Harvard, recebe título honorífico de cidadão juazeirense pelo poder legislativo municipal. O jovem cientista, de 31 anos, nasceu no interior do Pernambuco e atualmente mora em Juazeiro do Norte.

A iniciativa partiu da vereadora Jaqueline Gouveia, no qual apreciando a proposta entre os parlamentares da Casa, decidiram por conceder o título ao homenageado. De acordo com a assessoria da vereadora, a cerimônia oficial para entrega do título honorífico será realizada assim que Darlan Lobo assumir a presidência da Câmara de Vereadores, no ano que vem. A data para tal ainda será marcada.

documento constatando o título de cidadão a Ciswal foi tramitado em seção e aprovado pela câmara no último dia 22 de novembro, publicado no Diário Oficial do Município. “Tenho urgência em entregar a ele, pois ele é um orgulho para todos os juazeirenses”, afirmou Jaqueline em nota.

Do sertão a Harvard
Ele conta que fazia bicos para comprar o material escolar e posteriormente entrar na faculdade. ‘Me formei graças às latinhas’, afirma. Atualmente como professor no SENAI, ele desenvolve um projeto no qual pretende ajudar pessoas carentes em localidades do sertão nordestino que não tenham acesso a energia, fornecendo placas solares inteligentes de baixo custo.

Com este projeto, ele foi convidado a dar aulas em iniciativa extensionista da Universidade de Harvard, que seleciona projetos inovadores na área das ciências. Ele vai receber aulas on-line de professores de Harvard por 18 meses, podendo prorrogar o período letivo por mais 18 meses, e a partir daí angariar recursos públicos e privados para criar o equipamento de energia solar sustentável e explicar para os acadêmicos sobre o projeto.

Além de lecionar, Ciswal Santos é tricampeão de judô, atividade que pratica desde a adolescência, e campeão nordestino de xadrez. Ele concilia a profissão de professor com o cargo de gerente de manutenção em uma empresa na cidade em que vive. Além disse, também escreveu um livro chamado “Pensamentos que Fazem Crescer”.      (Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.