Header Ads

Estudantes cratenses são premiados em torneio nacional de robótica



Duas equipes formadas por estudantes do campus de Crato do IFCE foram premiadas na etapa nacional do Torneio Juvenil de Robótica, competição realizada em João Pessoa (PB), de 30/11 a 02/12. Os times garantiram vaga no Torneio Internacional de Robótica, que acontece em São Paulo, em 2019.

A equipe Vênera, formada pelos alunos João Carlos Tolovi e Sthefanny de Lima, do curso técnico em Informática para Internet, alcançou o segundo lugar no nível 3 da Dança de Robôs, modalidade em que competidores interagem com os robôs na coreografia: "O robô faz a coreografia, mas é simples. O que chama mais atenção, junto com o robô, é a gente, que interpreta o que ele quer dizer para as pessoas", explica Sthefanny. A equipe escolheu dançar a cultura nordestina e utilizou roupas e cenários combinando com o tema.

Sthefanny e João estão no terceiro ano do ensino médio e já participaram de outras competições de robótica pelo Nordeste. Para eles, a troca de experiências e a oportunidade de conhecer novas pessoas são os principais pontos positivos da atividade, além do conhecimento técnico na área: "Eu entrei e fui gostando cada vez mais, porque você não só aprende, você produz e vê aquilo funcionando na realidade. Essa é a parte que eu acho mais interessante na robótica", conta ele.

Já a equipe Terseu, formada pelos alunos Juliano Alves, Gabriel Alcântara e Paulo Tavares, do ensino superior, foram medalha de bronze no nível 4 da modalidade Viagem ao Centro da Terra, em que os robôs precisavam resgatar um cubo do centro de um labirinto, em um tempo total de até 3 minutos. O resultado veio com menos de um ano competindo na modalidade e faz parte do histórico vencedor da equipe, que sobe ao pódio em quase todas as competições que participa: "Isso é mais do esforço da equipe e do GEROL como um todo, porque a gente sempre tenta participar de todas as competições e aperfeiçoar a técnica em todas as modalidades", explica Alcântara.

Os estudantes fazem parte do Grupo de Estudos em Robótica e Olimpíadas Livres do campus, o GEROL, coordenado pelo professor Camilo Silva. Ele avalia o ano e projeta objetivos: "Esse ano no GEROL foi extraordinário, pois tivemos colocações em algumas competições, e os meninos venceram algumas modalidades que eles não tinham conhecimento. A gente espera para 2019 que mais conhecimento venha para esse grupo e que mais alunos participem dele".

Também competiram na etapa nacional do Torneio Juvenil de Robótica os alunos Sandy Vieira e David Oliveira. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.