Header Ads

Reajuste dos servidores deve seguir a inflação, segundo Camilo

Governador argumentou que, durante seu governo, deu reajustes
diferenciados para vários segmentos do funcionalismo público. FOTO: Kleber A. Gonçalves
Os servidores do Poder Executivo estadual devem receber reajuste de acordo com a inflação no próximo ano, conforme afirmou o governador Camilo Santana na tarde desta sexta-feira (14). "Meu compromisso é para repor a inflação, mas estou aguardando o percentual que vai ser", declarou.

Camilo argumentou que, durante seu governo, deu reajustes diferenciados para vários segmentos, entre os quais a equivalência do piso salarial dos professores da rede estadual e dos agentes de saúde ao piso nacional das respectivas categorias.

3,59%
É a inflação oficial acumulada entre janeiro e novembro deste ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 12 meses, IPCA tem variação de 4,05% no País.

No fim do mês passado, o governo adiou para 2020 a equiparação do teto salarial dos servidores do Poder Executivo ao do Judiciário, que teria sido iniciada no dia 1º deste mês. A iniciativa se deu após o presidente Michel Temer sancionar o reajuste de 16,38% aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

Deve ser aprovado na próxima semana um reajuste de 16,38% dos vencimentos de membros do Tribunal de Justiça do Estado (TJCE), Ministério Público (MPCE), Defensoria Pública (MPCE) e Tribunal de Contas do Estado (TCE-CE). O teto salarial do Judiciário será elevado de R$ 30,4 mil a R$ 35,4 mil.     (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.