Header Ads

Como esta exposição superou a média de visitação no Centro Cultural em Juazeiro?


Temática inédita e pluralidade artística é atrativo que tem feito pessoas
visitarem mais a instituição cultural. FOTO: Constance Pinheiro
Com apenas 10 dias em exibição, a Exposição Bestiário Nordestino superou a média total de visitação no Centro Cultural Banco do Nordeste Cariri (CCBNB), em Juazeiro do Norte, e deve dobrar o percentual até o fim da programação, quando seguirá para Sousa, Paraíba.

De 4 a 15 de janeiro cerca de 300 pessoas visitaram o Bestiário Nordestino na Galeria de Artes do CCBNB Cariri, superando a média de outras exposições na instituição que conquistam este número total apenas ao fim de toda a temporada.

Para a consultora cultural do CCBNB, Juliana Coelho, o dado demonstra a importância da exposição para a região do Cariri. “O Bestiário está indo muito bem. Percebemos que ele está funcionando como um grande atrativo trazendo pessoas ao Centro Cultural, que, por sua vez, aproveitam a visita para conhecer outros espaços e ver outras programações”, afirma.

“Normalmente as exposições ficam 45 dias abertas e são finalizadas com público média de 350 a 400 pessoas. Em pouco tempo o Bestiário chegou a este número, tamanha sua relevância”, a consultora explica.

De férias no Cariri, o ator e músico Everton Rosa, que atualmente mora em São Paulo, visitou a exposição e revelou estar impressionado com o resultado. “Tudo mudou quando vi que era xilogravura mesmo. O artista talhou cada traço. É incrível, incrível!”, afirma. “Existem elementos que eu nunca esperava ver na xilo e as obras trazem”, revela.

Contemplado pelo Prêmio Funarte Conexão Circulação Artes Visuais, Bestiário Nordestino conta com 40 peças de 21 artistas, incluindo Abraão Batista (CE), José Costa Leite (PB), Sebastião de Paula (CE), J. Borges (PE), Stênio Diniz (CE) e Lourenço Gouveia (PE). O projeto é resultado de pesquisa do ilustrador e xilógrafo Rafael Limaverde e do produtor Marquinhos Abu.

Em imagens, versa sobre a mitologia nordestina e a dualidade humana através da poderosa arte da xilogravura, procurando entender o mundo fantástico por trás das bestas feras, animalidades e demônios que permeiam a oralidade, cordéis e esculturas populares.

A Exposição Bestiário Nordestino permanece na Galeria de Artes do CCBNB, em Juazeiro do Norte, até 17 de fevereiro, com funcionamento de terça à sábado, das 13h às 21h.

SERVIÇO

Bestiário Nordestino - Um olhar sobre a gravura fantástica
Quando: Terça a sábado, até 17 de fevereiro de 2019
Horário: 13h às 21h
Local: Centro Cultural Banco do Nordeste
Rua São Pedro, 337, Juazeiro do Norte - Ceará
Gratuito     (Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.