Header Ads

Após tragédia em Brumadinho, barragens do Cariri passarão por vistoria da ANA



Sete barragens do Ceará são prioridade em vistorias in loco da Agência Nacional de Águas (ANA). Dessas, seis ficam no Cariri. A fiscalização acontecerá até o fim de maio e a inspeção faz parte de um plano nacional que inclui 52 barragens do país, segundo o próprio site da ANA.

No Cariri, serão cinco barragens em Brejo Santo (Porcos, Cana Brava, Cipó, Boi 1 e Boi 2) e uma na cidade de Jati, todas administradas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

No total, 91 barragens foram classificadas com alta categoria de risco pela ANA, mas apenas 52 foram prioritárias. As 39 barragens restantes foram vistoriadas recentemente pela ANA, tendo prioridade menor e podendo passar por nova vistoria até o fim do ano.

Os órgãos de recursos hídricos do Estado do Ceará negaram a possibilidade de risco de rompimento nas barragens na primeira reunião do colegiado do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Coema), na última quinta-feira, 07. Francisco Teixeira, Titular da Secretaria de Recursos Hídricos (SRH), afirma que a barragem de Brumadinho, que rompeu no último dia 25 em Minas Gerais, “não tem nada a ver como as que são feitas para acúmulo de água [no Ceará]. Seja o Governo do Estado, seja o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), ninguém faz barragem como essas de rejeitos”, declarou. Artur Bruno, secretário do Meio Ambiente, reforçou a fala afirmando que não existe barragens de rejeitos no Estado. A informação é do jornal O Povo.

O que há no Ceará são barragens de represamento de água, podendo causar preocupação na população quando as chuvas são intensas.   (Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.