Header Ads

Estatais são como 'filhos que fugiram e hoje são drogados', diz Guedes


Para o ministro, todas as estatais deveriam ser privatizadas, porém o
presidente Jair Bolsonaro e alguns militares não são a favor. FOTO: Alan Santos/PR
O ministro da Economia, Paulo Guedes, comparou nesta sexta-feira (08) as estatais brasileiras a "filhos que fugiram de casa e hoje são drogados". Em sua visão, disse, todas deveriam ser privatizadas, mas o presidente Jair Bolsonaro (PSL) e os militares pediram que algumas permaneçam estatais.

"Eu falava que tinha que vender todas (as estatais), mas naturalmente o nosso presidente, os nossos militares olham para algumas delas com carinho, como filhos, porque foram eles que as criaram. Mas eu digo, olha que seus filhos fugiram e hoje estão drogados", disse, em evento sobre privatizações no BNDES.

Guedes não citou nomes das empresas, mas o governo já decidiu, por exemplo, que não privatizará a Petrobras. Em discurso no evento, Guedes disse que o governo brasileiro não pode mais carregar "ninhos de corrupção", que dão prejuízo para garantir apoio político em troca de cargos públicos.

Guedes diz que a estratégia futura é descentralizar o processo de privatizações, com foco em empresas controladas por estados e municípios. Para isso, o BNDES está alterando sua estrutura, criando diretorias para se aproximar dos governos estaduais e prefeituras.   (Folhapress)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.