Header Ads

‘Mais Médicos’ gera transtornos para a saúde no Crato



O programa do Governo Federal Mais Médicos está provocando uma debandada de profissionais médicos da cidade ao ponto de prejudicar o andamento da saúde pública no Município. A informação vem do vereador e também médico, Dr. Renan Almeida, durante a sessão na Câmara de Vereadores do município na noite desta segunda-feira, 11.

Conforme pronunciamento do vereador, que é líder do governo na Casa, 11 Postos de Saúde da Família (PSF) estão com os atendimentos comprometidos por falta de médicos. Renan destaca que os profissionais estão deixando o município que paga pouco mais de R$ 6 mil reais, para receber o dobro pelo programa do governo federal. O problema é que o município não foi contemplado com o Mais Médicos.

Conforme o vereador, a situação pode se agravar ainda mais. Ele revelou que teve acesso a uma lista com o nome de, aproximadamente, 25 outros profissionais que já estão na fila de espera aguardando convocação. Caso a situação se concretize, o Crato corre o risco de ficar desassistido dos profissionais.

Na mesma fala, o vereador destacou a redução significativa dos repasses para o programa Farmácia Popular, que custeia medicamentos para quem não tem condições de comprar. Dr. Renan afirma que observou a notificação na porta de uma farmácia de uma das maiores redes do país, informando sobre o corte no fornecimento por falta de financiamento estabelecido através de portaria do atual governo.

Já para o vereador Jales Velloso, a questão não está só relacionada ao Mais Médicos, tanto que o problema já ocorre há mais de 5 meses. Segundo o parlamentar, diversos postos de saúde estão com carência de médicos e medicamentos há muito tempo, antes mesmo da saída dos cubanos do Brasil, o que para ele põe fim as justificativas do líder do prefeito na Casa. (Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.