Header Ads

Clima cearense aquece 'festa' que antecede desfile da União da Ilha; escola homenageia o Ceará


Carnavalesco da União da Ilha, Severo Luzardo; escultor cearense,
Assis Filho; Mestre Espedito Seleiro e atriz Cacau Protásio; que
interpretará Rachel de Queiroz. FOTO: Fabiane de Paula
Samba tocado por zabumba, triângulo e sanfona. É esse o clima na Barraca da Chiquita, em Copacabana, no Rio de Janeiro. O restaurante da cearense Francisca Alda Dias, a Chiquita, recebeu neste domingo (3), o mestre Espedito Seleiro, além dos cearenses que produzem o desfile da escola União da Ilha do Governador. 

No restaurante, reduto cearense no Rio de Janeiro, o almoço se transformou em festa improvisada ao som da mistura de samba e ritmos nordestinos. O artesão de couro Espedito Seleiro, que será homenageado em uma das alas da escola de samba carioca no Carnaval 2019, dançou forró com a Chiquita, cearense de Crateús e proprietária do restaurante.

A União da Ilha do Governador vai ressaltar a diversidade cultural do Ceará por meio de várias frentes, como literatura, moda e artesanato.

Mestre Espedito Seleiro dança com a Dona Chiquita, no restaurante
da Chiquita no Rio de Janeiro. FOTO: Fabiane de Paula
Mestre Espedito destacou que sente-se feliz pelo momento e enfatizou que embora goste de samba "a festa só é animada quando leva o forró também". O figurino a ser usado por ele no desfile foi autoproduzido por Espedito. Em relação ao desfile ressalta ainda que é uma homenagem merecida. "Nós devemos mostrar nosso Ceará não só no Rio de Janeiro, é mostrar para o mundo todinho". 

Dona Chiquita desfilará na União da Ilha do Governador representando a gastronomia do Ceará. "Vou vestida de capote. Quer coisa mais original do que isso?"

“Eu estou super feliz porque a União da Ilha está falando de um nordeste rico. São tanto valores e isto deixa a gente cada vez mais alegre de ver o estado da gente ser falado dessa forma".  

A escola será a quarta entrar na Sapucaí segunda-feira (4) no desfile do Grupo Especial de Escolas de Samba do Rio de Janeiro e tem como o enredo "A peleja poética de Rachel e Alencar no Avarandado do céu".

O carnavalesco da União da Ilha, Severo Luzardo, responsável pelo enredo, destacou que o desfile contará com 15 mil peças de artesanato cearense que foram levado para compor as fantasias e alegorias. "Nós temos além do Espedito Seleiro, nós temos a presença de outros grandes como o Assis Filho a Cacau Protásio representanto Rachel de Queiroz, Seu Gonçalo, que é presidente da Academia Brasileira de Literatura de Cordel, representanto José de Alencar, Mailson que ganhou prêmio Jabuti, Zé Tarcísio.. O Ceará vai tá muito bem representando", enfatizou.  

O escultor cearense, cujo a escultura está no carro abre-alas da União da Ilha, Assis Filho reforça que "a Escola está mostrando um lado do Ceará muito bonito. Um lado bom. Um lado forte".     (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.