Header Ads

Ensino da Lei Maria da Penha nas escolas ainda não tem data para iniciar em Juazeiro do Norte



O projeto que trata sobre a aplicação nas noções básicas da lei Maria da Penha nas escolas da rede municipal de Juazeiro do Norte tem a simpatia da gestão, mas ainda não tem data para ser inserida efetivamente. A informação é do secretário de educação do município, Nildo Rodrigues. O titular da pasta destacou que a iniciativa deve ser desenvolvida gradativamente e que uma ação conjunta entre escola e família deve efetivar o projeto.

Para o secretário, a lei conta com a simpatia e aprovação da gestão, no entanto, ele revela que o município tem que segui as diretrizes e bases estabelecida em lei pelo Conselho Nacional de Educação. O secretário revela que entre os parâmetros de carga horária e limites de matérias que devem ser enfrentado pelos alunos, o município tem que encontrar uma forma par inserir o projeto na grade curricular.

A implantação deve ocorrer através do projeto Escola Integradora, que envolve a comunidade escolar com todos os membros. Conforme Nildo Rodrigues, não há a expectativa de profissionais que apliquem o projeto como disciplina, mas uma participação conjunta desde a família, vizinho, igreja, servidores e professores engajado com esse fim. “Isso é uma questão de cidadania, onde todos devem se envolver. Eu creio que essa não será mais uma lei que não é cumprida. Essa conta com meu total apoio”, disse.

A lei é resultado de um projeto aprovado no mês de novembro de 2018 pela Câmara de Vereadores de Juazeiro do Norte. A Casa enviou requerimento para a Secretaria de Educação cobrando a aplicação, mas ainda deve aguardar para que o projeto seja efetivamente desenvolvido. (Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.