Header Ads

Idealizada por negros escravizados, Igreja do Rosário levou 61 anos para ser erguida em Barbalha

De arquitetura singular, é tida como uma das mais belas do interior do Estado. FOTO: Josimar Segundo
No Centro Histórico de Barbalha, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário ergue-se imponente e charmosa, sendo cartão postal do município por sua curiosa história e arquitetura. Idealizada no século XIX por pessoas negras escravizadas devotas à Nossa Senhora do Rosário, sua construção de fato só foi iniciada em 1892, diante de dificuldades financeiras e naturais (fortes chuvas).

A construção ainda recebeu benção do padre Manoel Cândido dos Santos, vigário de Barbalha, à pedra angular do futuro templo. Após diversas paralisações, incluindo episódios da Sedição de Juazeiro, Antônio Correia Sampaio Filgueiras e José de Sá Barreto Sampaio tomaram a si o encargo de concluir a Igreja do Rosário. Em 1918, a obra recomeça.

Em 2 de fevereiro de 1921, o primeiro bispo de Crato, Dom Quintino Rodrigues de Oliveira e Silva, acompanhado de vários padres, procedeu a benção do majestoso templo, cujas festividades se prolongaram por três dias, com a participação de toda a população barbalhense, aquele época cem por cento católica. Com informações de Armando Lopes Rafael e Miséria

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.