Header Ads

Sesc Crato recebe ensaio inclusivo sobre crianças refugiadas



A Unidade Sesc no Crato expõe o ensaio “Infância Refugiada”, de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h. Fruto do trabalho da fotógrafa cearense, Karine Garcêz, as imagens foram registradas entre 2014 e 2015, e permanecem em exibição até o dia 30 de abril.

Para a realização do projeto, Karine acompanhou crianças palestinas refugiadas na Turquia, Líbano e Síria, com o objetivo de mostrar o cotidiano destas crianças e aproximar suas realidades das nossas. “A intenção da exposição é mostrar outro lado dessas crianças; mostrar uma infância que resiste a toda a falta de direitos; a todas as dificuldades. Mas eu também queria mostrar para as pessoas que essas crianças estão próximas da gente; próximas das nossas crianças em situação de vulnerabilidade, que vivem nas ruas. Elas enfrentam dificuldades semelhantes”, explica a artista.

Acessibilidade da Fotografia
A exposição tem parceria com o projeto Fotografia Tátil, da Universidade Federal do Ceará. O objetivo é que as pessoas que possuem alguma deficiência visual possam sentir os componentes da fotografia, o que possibilita a interpretação da imagem. Isso é feito por meio de “materializações” das imagens utilizando a tecnologia de fabricação digital, que imprime os elementos em alto relevo e com profundidade.

“É uma exposição que se associa aos Direitos Humanos, porque busca dar visibilidade às pessoas que não têm voz. Então eu acredito que inserir a preocupação da acessibilidade na arte é muito importante e se relaciona com isso. Eu busco uma fotografia acessível a todos, independente da forma como ela chega às pessoas, seja pelo toque ou pelo olhar”, defende a fotógrafa.

E é pensando nisso que o Sesc disponibiliza o agendamento de visitas para grupos de pessoas com deficiência visual à Unidade do Crato, como uma forma de promover e incentivar a acessibilidade nas artes. “O Sesc é um espaço que busca promover a inclusão das pessoas e aproximar a arte de quem não tem muito acesso, o que se relaciona com o meu trabalho. Além disso, eu sempre quis levar a exposição para o interior, que às vezes não tem muito essa cultura de valorização da arte”, afirma Karine.

O ensaio fotográfico já foi exposto em São Paulo e João Pessoa; em espaços como o Museu de Arte de São Paulo (MASP), o Museu da Imigração e o prédio da Justiça Federal da Paraíba; agora, está aberto para visitação na Unidade do Sesc no Crato. As exposições de arte do Sesc são gratuitas e abertas ao público, podendo também agendar visitas de escolas, universidades e demais grupos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.