Header Ads

Teve seu celular furtado ou perdido durante o carnaval? Saiba como proceder

FOTO: Tatiana Fortes
A perda de celulares por descuido, furto ou roubo, é cenário comum para quem participa de eventos com grande aglomeração de pessoas. No Carnaval, há sempre quem leve seu smartphone para garantir a melhor foto para as redes sociais, mandar uma mensagem para encontrar amigos na multidão ou solicitar um carro na volta para casa. Nesses casos, um descuido pode fazer o folião entrar para as estatísticas de furto de celular.

Pensando nisso, separamos algumas dicas que podem ajudar os foliões na hora da perda:

1. Rastreie seu celular
Esse recurso é possível caso você tenha habilitado a opção de rastreamento nas configurações do seu smartphone e ele esteja ligado, com acesso à internet e GPS ativado. No Android, o rastreamento é possível graças ao serviço “Encontre meu dispositivo” do Google. Já os aparelhos da Apple tem o serviço próprio “Buscar iPhone”.

Ambos os sistemas operacionais funcionam com a mesma lógica. Ao realizar a busca por um aparelho, eles pedem o login da conta relacionada ao smartphone e informam a localização aproximada, além de algumas informações básicas como se está online ou offline, a qual rede está conectado e o nível de bateria. É possível, então, escolher entre três opções: reproduzir som, bloquear o acesso ao aparelho e limpar todos os arquivos do dispositivo.

No Iphone, você pode configurar o “Buscar” desta forma (antes da perda):

Toque em Ajustes > [seu nome] > iCloud. Se o dispositivo tiver o iOS 10.2 ou anterior, acesse Ajustes > iCloud.
Role para baixo e toque em Buscar iPhone.
Ative as opções Buscar iPhone e Enviar Última Localização.

2. Reporte a perda
Faça o boletim de ocorrência (B.O) o quanto antes. Abrir um B.O. é imprescindível para ativar o seguro do seu celular bem como para bloqueá-lo. Em alguns estados, você pode fazê-lo online. No Ceará, é possível fazer o boletim de ocorrência na Delegacia Eletrônica. É preciso informar, além de seus dados e do furto, o fabricante, o modelo e o Imei do aparelho.

Mas o que é Imei? Assim como você tem um CPF, seu celular tem um número único de identidade no mundo: o International Mobile Equipment Identity (Imei). Ele pode ser consultado na caixa do produto, na nota fiscal ou diretamente no celular digitando *#06#. Ele também pode facilitar o bloqueio do celular. Por isso, tenha anotado em algum local seguro e que você possa consultar quando necessário.

Em paralelo, você precisará bloquear o chip com seu número, afinal ninguém quer ter que arcar com a conta de ligações enormes que não fez. Então, dirija-se à loja mais próxima da sua operadora ou entre em contato com o serviço de atendimento ao consumidor via telefone ou internet.

3. Desvincule o dispositivo de todas suas contas
Assim, você garante que quem encontrou o seu celular não terá como acessar a sua conta de e-mail ou das redes sociais, algo essencial para manter sua privacidade e sua segurança.

4. Mude suas senhas
Outros aplicativos e redes sociais não possuem a função de sair remotamente de suas contas. Nesse caso, o melhor a fazer é alterar a senha de cada serviço. Ao mudá-la, as contas estarão automaticamente inacessíveis.

5. Bloqueie o aparelho
Caso o aparelho tenha se perdido de vez, é possível solicitar o bloqueio de seu smartphone pela operadora ou pela polícia. Neste caso, o Imei dele será incluído no Cadastro de Estações Móveis Impedidas (Cemi), a fim de evitar que sejam habilitados com novas linhas.     (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.