Header Ads

Em 10 dias, já choveu mais da metade do esperado para todo o mês de abril no Cariri


FOTO: Filipe Emmanuel
A macrorregião do Cariri concentrou, no intervalo entre às 7h desta terça (9) e às 7h desta quarta-feira (10), as maiores chuvas do estado, conforme balanço da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Os maiores acumulados informados pela rede de observadores da Funceme, até o início da manhã de hoje, foram no município de Jardim, com 95 milímetros e em dois postos pluviométricos de Porteiras: 85 mm no Sítio Saco e 69 mm na sede do município. Também houve registro de 63 mm em outro posto de Jardim (sede), 54,2 mm em Jati e ainda 54 mm no Crato.

Além dos observados expressivos do período recente de 24 horas, entre segunda e terça, o Cariri já havia registrado, novamente, as maiores precipitações do estado. Na ocasião, em Santana do Cariri (70 mm) e Penaforte (61 mm).

Informações preliminares constam que já choveu, naquela macrorregião, nos primeiros 10 dias de abril, mais da metade do esperado para todo o mês. Conforme a Funceme, o observado até hoje é de 95,2 mm, sendo a média 178,5 mm.

No balanço parcial, há registros de chuvas em, pelo menos, 53 municípios.

SITUAÇÃO HÍDRICA
Apesar do começo de abril chuvoso, dos 155 reservatórios monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), 80 estão com volume abaixo dos 30%. O Castanhão, maior açude do Ceará, apresenta apenas 4,74% de sua capacidade total.

PREVISÃO DO TEMPO
Para esta quarta, a Funceme prevê nebulosidade variável com chuvas isoladas no litoral, Cariri, no Maciço de Baturité e na Ibiapaba. Nas demais áreas, há possibilidade de chuva.

Já para esta quinta-feira (11), quando o cenário meteorológico indica condições mais favoráveis para o estado como um todo, a indicação é de nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as macrorregiões.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.