Header Ads

Ex-catador de papelão de São Paulo conquista vaga de doutorado no Chile



Um exemplo de superação vem do litoral de São Paulo. Na cidade de São Vicente, ao lado de Santos, um rapaz de 24 anos trabalhou como catador de papelão na rua para pagar a passagem de ônibus para estudar. Morador da periferia, Jefferson Dionísio de Souza viu seu esforço valer a pena: conseguiu uma vaga no curso de doutorado em Filosofia em uma universidade no Chile e já começou os estudos em outro país.

Ele, que começou a trabalhar ainda adolescente, é o primeiro da família a cursar uma faculdade. Aos 18 anos, entrou em uma universidade em Santos, cursando filosofia. Conseguiu se formar e começou a dar aula em escolas públicas. Incentivado por professores da universidade, decidiu fazer a pós-graduação no exterior. Viajou de ônibus até o Chile para tentar uma vaga. E conseguiu.

"Meu nome estava na lista de aprovados, entre americanos, franceses, alemães e outros estrangeiros. Passei em terceiro lugar. Foi incrível", disse ao G1.

Jefferson está morando no Chile e cursa doutorado em Filosofia na Pontificia Universidad Católica de Valparaíso (PUCV). A previsão é que o jovem conclua o curso em 2023 e, segundo ele, ainda é cedo para saber se volta ao Brasil ou se tentará seguir a vida fora do país.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.