Header Ads

Bolsonaro diz que vai indicar ministro do Supremo "terrivelmente evangélico"

FOTO: Marcos Corrêa
O presidente Jair Bolsonaro participou na manhã desta quarta-feira (10) de um culto da Frente Parlamentar Evangélica ministrado pelo ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, na Câmara Federal. Durante o evento, o chefe do Executivo afirmou que um dos dois ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) que ele terá direito a indicar, será "terrivelmente evangélico". 

Segundo Bolsonaro, o saldo de seu início de Governo é positivo para todos os brasileiros, “inclusive para aqueles de outras religiões ou os que não tem religião nenhuma”. 

O presidente reafirmou compromisso com a bancada evangélica da Câmara. “Obrigado a Deus por vocês existirem. Reafirmo meu compromisso aqui. O Estado é laico, mas nós somos cristãos. Entre as duas vagas que terei direito a indicar para o Supremo, um será terrivelmente evangélico”. 

O novo articulador político do governo, general Luiz Eduardo Ramos, é evangélico e frequentador da Igreja Batista. O presidente entrou na Câmara sem falar com a imprensa.                     (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.