Header Ads

Dom Gilberto, aconselha romeiros a não apoiar leis que “favoreçam à morte” na missa de intenção a Padre Cícero

FOTO: Fábio Lima
Neste sábado (20), Dom Gilberto Pastana, bispo da diocese do Crato, fez as honras na Missa em celebração ao aniversário de morte de Padre Cícero no Largo da Capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Juazeiro do Norte e pregou sobre posturas políticas no momento atual: “Nós não podemos apoiar leis que matam, que favoreçam à morte. E não pensem sozinhos, pensem sempre comunitariamente”, aconselhou dom Gilberto.

Ancorado no evangelho de Êxodos, dom Gilberto Pastana, atualizou a narrativa. Pregou que o “povo de Deus”, ali encarnados nos romeiros, “não podem se acomodar diante da morte e da escravidão”. No Êxodos, o povo hebreu se junta, se liberta do autoritarismo de um mandatário do Egito e refundam a vida em um outro País.

Padre Cícero, narrado no sermão do bispo, é o “pavio que ainda fumega e não se apagará”. Oitenta e cinco anos depois, uma multidão de fiéis ainda busca pela permanência do presbítero que também foi o primeiro prefeito de Juazeiro do Norte (1911).

No final da missa houve uma procissão de devotos pelas ruas do Centro Histórico de Juazeiro do Norte. Da Capela do Socorro à igreja de São Francisco.         (O Povo)

Um comentário:

  1. Ele tem toda razão. Não ao aborto. Não ao desvio de verbas da saúde e da educação.
    Não à corrupção.
    Obrigada Padre Cicero, nosso país está mudando isso.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.