Header Ads

Na véspera de votação, Governo libera R$ 2,5 milhões em emendas para Ceará

FOTO: Fábio Rodrigues Pozzebom
Nas vésperas da votação da reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, o Governo Federal liberou até agora R$ 2,5 milhões em emendas parlamentares para o Ceará.

Os recursos, repassados para a área da saúde, beneficiam cinco municípios: Aracoiaba, Fortaleza, Carnaubal, Boa Viagem e Morada Nova.

Apenas para Aracoiaba, o governo encaminhou R$ 1 milhão em emenda, a ser aplicado no fundo municipal de saúde.

Em seguida vem Fortaleza, com R$ 500 mil de emenda provisionados. Depois estão Boa Viagem (R$ 412,2 mil), Carnaubal (R$ 370,5 mil) e Morada Nova (R$ 222 mil).

Aracoiaba é base eleitoral do deputado federal AJ Albuquerque (PP).

Candidato em 2018, o então postulante foi o mais votado no município, obtendo 3.008 votos.

Até agora, o parlamentar ainda não informou se é contra ou a favor da reforma da Previdência. O Blog Política fez novo contato com AJ hoje, mas não foi atendido.

Favorável ao texto-base da Previdência, o deputado Genecias Noronha (SD) foi campeão de votos em Boa Viagem ano passado, com 6.348 sufrágios.

Embora tenha se mostrado contrário à reforma no início do ano, Genecias mudou de ideia recentemente e ontem garantiu que votará a favor do relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP).

Outro deputado com votação expressiva em Boa Viagem foi o tucano Roberto Pessoa, com 5.679 votos. Procurado pelo O Povo nessa segunda-feira para indicar como votaria na Previdência, o parlamentar afirmou, via assessoria, que não declinaria o voto.

Beneficiária de R$ 222 mil em emenda, Morada Nova destinou uma grande fatia de seus votos ano passado para AJ Albuquerque. Ali, o jovem parlamentar conquistou 3.348 votos.

Todos os valores de emendas estavam retidos pelo Governo desde o início do ano.

A liberação dos recursos uma semana antes da votação da Previdência consta de edição do Diário Oficial da União (DOU) do último dia 3 de julho.

Dos 22 deputados federais da bancada cearense, 13 são contra a reforma. Apenas três são favoráveis.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.