Header Ads

"Não tem uma terceira mala" afirma familiar de idoso preso em Portugal por tráfico internacional


A TV Globo teve acesso à imagens das câmeras de
segurança do Aeroporto de Fortaleza
"Ele só embarcou com uma mala e uma mochila, só", contou  para TV Liberal a filha do comerciante José Pereira, 71, que desembarcou no Aeroporto de Fortaleza no último mês de maio, durante escala de um voo vindo de Belém, com Paris como destino final. O idoso foi preso em Portugal por tráfico internacional de drogas.

Foi encontrado 11 quilos de pasta-base de cocaína, dentro da mala do idoso. Segundo a esposa de José Pereira, a mala apresentada não era a mesma que eles tinham despachado. A família denuncia que o comerciante foi vítima de um golpe. "Ele jamais vai desconfiar, ele tem o coração de ouro, jamais vai desconfiar da maldade do povo. Então, não tem uma terceira mala", afirma Leila Pereira, filha do comerciante. A Polícia Federal no Ceará investiga o caso.

De acordo com a Fraport Brasil, empresa responsável por gerir o Aeroporto de Fortaleza, todas as imagens disponíveis foram cedidas e há colaboração com as investigações: "A Fraport explica ainda que, de acordo com a legislação vigente, é obrigação das companhias aéreas o manuseio e a segurança das bagagens despachadas". 

Por nota, a Fraport destacou que nem a empresa e nem os seus funcionários são investigados neste episódio. A companhia aérea Gol divulgou nota à imprensa ressaltando que cumpre todos os regulamentos de segurança estabelecidos pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A TAP disse não poder divulgar detalhes, porque o caso tramita em segredo de Justiça.              (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.