Header Ads

Polícia fecha fábrica clandestina de whisky em Barbalha; bebida era vendida a R$ 30

FOTO: Edson Freitas
A polícia militar do Ceará fechou uma fábrica clandestina de whisky no Bairro Cirolândia, na cidade de Barbalha. Além das bebidas, R$ 4 mil reais foram encontrados e um casal foi preso na noite desta quinta-feira (11). O falsificador vendia a bebida por R$ 30. 

Wellison Felipe Beserra da Silva, conhecido como "gago do whisky", e Francilania Helenilce da Silva, vão responder pelo crime de falsificação de produto destinado a consumo. A mulher informou que emprestava sua casa para o amigo. Já Wellison confessou o crime e explicou como realizava o trabalho de falsificação. 

"No começo ele negou, mas com o achado do material ele confessou que vinha fazendo desde o ano passado. Agora com a aproximação das festas da região ele voltou a fazer a falsificação. A gente alerta para o perigo desse tipo de ação porque quem consume pode ter qualquer tipo de reação para a saúde. Os danos são incalculáveis", relatou o delegado Marcelo. 

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito misturava o whisky verdadeiro com corante e outra bebida. A média da bebida verdadeira é vendida a R$140 e o falsificador vendia a R$ 30. 

"Vai o alerta para o consumidor. Um produto desse abaixo do praticado normal é para desconfiar, não é uma questão econômica, estamos falando de saúde pública, é um crime grave, com até 8 anos de prisão porque é um produto alimentício", acrescentou o investigador.

A Polícia Civil vai continuar com as investigações no sentido de tentar identificar se existem outras pessoas envolvidas, onde eram feitas as vendas e se existiam compradores fixos.                  (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.