Header Ads

Projeto rejeitado – Milagres está fora do consórcio do Aterro Sanitário



A Câmara de Vereadores de Milagres rejeitou o projeto que trata sobre a regulamentação do consórcio para a implantação do aterro sanitário dos municípios do Cariri Oriental. A votação ocorreu na manhã desta sexta-feira, dia 12, e por 7 votos a 3, o projeto foi derrubado. Com isso, o município está fora do grupo das nove cidades que devem receber recursos do governo do estado, destinados às cidades que têm satisfação no Índice de Qualidade do Meio Ambiente (IQM).

A votação já havia sido adiada por várias vezes e finalmente ocorreu em sessão extraordinária nesta sexta-feira. Mesmo fora do prazo havia uma expectativa de que com a aprovação, o município encabeçasse o consórcio que receberia recursos da arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A estimativa é que o prejuízo seja superior a R$3 milhões de reais.

Para ser aprovado, o projeto necessitava de votação qualificada, com pelo menos oito votos. Foram favoráveis a proposta os vereadores Giancles Filgueira, Osório Dantas, Ivan Rodrigues, Geraldo Neto, Francisco José Pereira (Lorim) e Jorge de Iraci. Já os vereadores Ubelardo Moura, Fernando Sampaio e Antônio Gilderlande (Landim) rejeitaram a proposta. Beto Mitrado, presidente da Mesa Diretora, participou votando de forma favorável.

Dos 11 parlamentares que fazem parte do legislativo de Milagres, apenas Tião Vasque faltou, devido se encontrar de atestado médico.

O líder do governo na casa, Giancles, disse que há uma ação politiqueira que provocou a reprovação da matéria. Nossa redação ainda não conseguiu contato com os vereadores de oposição ao governo.

(Fonte: Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.