Header Ads

Familiares encontram cemitério fechado e arrombam cadeado para enterrar parente no Ceará

Homens arrombam portão de cemitério para sepultar
familiar morto no interior do Ceará
Na manhã da última quarta-feira (11), em meio ao difícil sentimento da morte de um parente, familiares e moradores da Caponga, distrito de Cascavel, Região Metropolitana de Fortaleza, foram surpreendidos ao encontrar os portões do único cemitério da região fechados e sem funcionários que pudessem abrir as grades. Para que o corpo fosse sepultado, eles tiveram de quebrar o cadeado e arrombar o portão do local.

Os parentes, indignados, gravaram um vídeo, que tem sido compartilhado nas redes sociais. Nas imagens, uma mulher critica a situação.

"Que falta de organização! Preciso enterrar um ente querido e o portão do cemitério está com cadeado. É preciso arrombar o portão. Não tem uma pessoa aqui, um coveiro. Isso é um absurdo!", reclamou. A reportagem não localizou as pessoas que aparecem nas imagens.

Em nota, a prefeitura de Cascavel afirma que recebeu o cemitério da antiga gestão em estado de descuido e abandono. “Não existiam funcionários. Desde a outra gestão a chave do local ficava com um senhor da localidade que ia abrir os portões sempre que tinha necessidade. Uma equipe da infraestrutura fez uma limpeza no local, deixou pronto para receber a pintura. Por falta de diálogo da equipe e o senhor, a chave não foi deixada no local de costume. A prefeitura já está providenciando a contratação de um funcionário fixo para abrir todos os dias o cemitério de 06h às 20h”, diz o texto.

Novo prefeito
O atual prefeito de Cascavel, Tiago Ribeiro (PPS), assumiu o cargo em maio deste ano, por meio de uma eleição suplementar, após uma crise que culminou na cassação da prefeita eleita em 2016, Francisca Ivonete Mateus Pereira e do vice-prefeito Waltemar Matias de Sousa. Eles foram condenados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE) por abuso de poder político e uso irregular da máquina administrativa para desequilibrar o jogo eleitoral, à época.                        (G1 CE)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.