Header Ads

Enel reduz em 20,2% investimento no Ceará; população passa mais tempo sem energia

FOTO: Helene Santos
A Enel Distribuição Ceará reduziu o investimento no Estado em 20,2%, aplicando R$ 521,6 milhões de janeiro a setembro de 2019 contra R$ 653,47 milhões em igual período do ano passado. As informações estão no resultado financeiro da empresa divulgado nesta sexta-feira (25).

Além da redução dos investimentos, a companhia também registrou aumento de 32,1% de sua dívida líquida, que alcançou a cifra de R$ 2 bilhões nestes primeiros nove meses do ano. O lucro líquido da Enel Ceará, por sua vez, caiu 15,4% em relação ao ano passado, somando R$ 199,32 milhões contra R$ 235,7 observados em 2018.

Segundo o relatório, o aumento da dívida se deu, principalmente, "para financiar o grande volume de investimentos realizados nos últimos 12 meses com o intuito de modernizar a rede elétrica e conectar novos clientes". O balanço ainda ressalta que os investimentos realizados foram destinados, em suma, à "conexão de novos clientes, bem como para modernização e digitalização da rede de distribuição".

Apesar disso, o número de clientes da empresa no Estado reduziu em 5,4%, passando de 4,1 milhões de janeiro a setembro de 2018 para 3,88 milhões em igual período deste ano. De acordo com a companhia, a retração ocorreu "devido a atualização da base cadastral o que gerou a desativação de cerca de 320 mil clientes não faturados". O relatório ainda pontua que o  úmero de clientes faturados cresceu 2,8%, cerca de 100 mil novos consumidores.

Qualidade do Serviço
A despeito dos investimentos realizados em modernização da rede de distribuição, os clientes da Enel Ceará ficaram cerca de 14,08 horas sem energia nos primeiros nove meses deste ano, um aumento de 49,9% ante o ano passado. A frequência de vezes que faltou energia também aumentou em 6,1%, totalizando 5,74 episódios.

A empresa alega que os resultados sofreram com "onda de violência registrada no estado do Ceará no início do ano e do extenso período com alto volume de chuvas até agosto, que afetaram os serviços da companhia". 

O country manager da Enel no Brasil, Nicola Cotugno, ressalta que a empresa tem trabalhado para melhor. "Estamos trabalhando para retomar a trajetória de melhoria da qualidade do serviço prestado aos clientes e fortalecer a geração de resultados econômicos. Continuamos investindo para modernizar a rede de distribuição e os canais de atendimento para melhor atender aos nossos clientes no Estado”, afirma.                             (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.