Header Ads

Mulheres se juntam para fazer rap e esteiam primeira cypher feminina no Cariri


O rap tem um espaço conhecido nas periferias do Cariri, e algumas mulheres já tomam seus lugares na cena. Nessa perspectiva, desde o início mês de novembro, uma cypher feminina movimenta a música na região, mostrando o trabalho de seis mulheres em clipe no Youtube, algumas já conhecidas no rap, outras estreantes. O vídeo já acumula quase 2,5 mil visualizações. Assista:



Uma das rappers, Larissa Macedo, explica que a cypher é uma junção de ideias de diferentes artistas. “Cada uma escreve sua letra, mas o beat é o mesmo pra todas”, explica. O beat, ou seja, a batida, foi feita pelo Dj Edy, que também teve a ideia da colaboração, convidando individualmente cada uma das mulheres que compõe a cypher. “Surgiu a ideia de montarmos uma banca feminina no Cariri. Essa é a primeira produção estilo cypher cantando exclusivamente feminina do Cariri”, diz Larissa. 


Diante do beat e do espaço na música, cada uma escreveu livremente seus versos, com relação ao tema, gravaram separadas e juntaram para ouvir o resultado. Larissa Macedo conta que conheceu as colegas do clipe durante o trabalho. “As meninas se conheciam, mas eu não”, diz ela. 

Essa foi a primeira produção do grupo, que pretende continuar, organizando um show de lançamento para expor outros trabalhos das mulheres envolvidas e convidando parcerias.

(Fonte: Site Badalo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.