Header Ads

Madre Feitosa morre aos 98 anos em Juazeiro


Por Redação Gazeta do Cariri

Faleceu na manhã desta sexta-feira (27), aos 98 anos, completados em setembro passado, Madre Maria Carmelina Feitosa. 

Carinhosamente chamada de Madre Feitosa, a religiosa era da Congregação das Filhas de Santa Teresa de Jesus, em Crato, e havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral (AVC) isquêmico no dia 17 de dezembro.

Na última terça-feira (24), Madre Feitosa foi transferida do Hospital Regional do Cariri para o Hospital da Unimed, em Juazeiro do Norte, onde veio a falecer na manhã de hoje.

Considerada um dos baluartes da educação, a partir da edificação do Colégio Pequeno Príncipe, em Crato, nos idos de 1969, Madre Feitosa era conhecida na comunidade caririense por sua simplicidade e afabilidade

Natural de Tauá, chegou ao Cariri para cursar o então ensino secundário, no Colégio Santa Teresa de Jesus. Aos 16 anos, decidiu ingressar na vida religiosa, na Congregação de mesmo nome, onde também iniciou ofício de educadora. Madre Feitosa viveu seus últimos anos na Casa de Caridade, em Crato, ligada à Fundação Padre Ibiapina.

Funeral
O funeral de Madre Maria Carmelina Feitosa começa na noite desta sexta-feira, dia 27 de dezembro, na Capela Santa Teresa de Jesus, no Centro do Crato. No sábado (28), às 8h, o corpo vai ser transladado para o auditório do Colégio Pequeno Príncipe, permanecendo o dia todo. No domingo, às 9h, o bispo diocesano Dom Gilberto Pastana presidirá Santa Missa, na Sé Catedral Nossa Senhora da Penha. O sepultado ocorre em seguida, na Capela da Casa de Caridade, onde a religiosa morava.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.