Header Ads

Suspeito de abuso sexual contra adolescente que pulou de carro é preso no Ceará

A Dceca possui imagens que mostram o automóvel em
movimento percorrendo as ruas do bairro
O motorista do carro prata do qual uma adolescente de 13 anos se jogou do veículo na última segunda-feira, 2, no Conjunto Ceará, foi preso em flagrante na tarde da terça-feira, 3, após operação conjunta das polícias Civil e Militar. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) afirmou que o motorista foi preso por estupro de vulnerável e lesão corporal dolosa. 

O condutor foi identificado como Leandro Abreu de Souza, de 28 anos, sem antecedentes criminais. Segundo a delegada Yasmin Ximenes Pontes, titular da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), o suspeito inicialmente negou o fato, mas mudou a versão e disse que a adolescente teria solicitado uma corrida por aplicativo, pedido para passar na casa de uma colega e se jogado do carro. Em depoimento na Dceca, a vítima afirma que estava a caminho da escola quando o suspeito se aproximou pedindo informações e a puxou para dentro do carro. Foi também na delegacia que, acompanhada de uma psicóloga, a jovem realizou o reconhecimento do suspeito. 

Leandro é motorista por aplicativo e foi abordado pelo motopatrulhamento da Polícia Militar enquanto dirigia seu veículo modelo Chevrolet Classic de cor prata em uma avenida no bairro São João do Tauape. No momento, uma passageira se encontrava dentro do veículo. Ela foi interrogada e em seguida liberada. O carro foi detectado às 16h28min da terça-feira pelo Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) e visualizado por câmeras de videomonitoramento da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). 

Proteção de crianças e adolescentes
A delegada Yasmin Pontes alerta que "o abuso  sexual de crianças e adolescentes sempre existiu e é muito importante denunciar o fato à delegacia de polícia, não se calar, não temer". "A gente tem que esquecer aquela ideia de que o infrator tem um amplo histórico de antecedentes criminais. Pelo contrário, são pessoas acima de qualquer suspeita, que criam laços de confiança com as crianças e com seus responsáveis", enfatiza.                     (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.