Header Ads

Criança morre após avô disparar acidentalmente enquanto tentava impedir crime no Ceará

O policial se apresentou no 34º DP. FOTO: Mauri Melo
Uma criança de quatro anos de idade morreu na madrugada desta quarta-feira (1º) enquanto confraternizava junto à família, no bairro Centro, em Fortaleza. Heitor Maia Aquino foi atingido por um disparo de arma de fogo. De acordo com as primeiras apurações das autoridades, o disparo foi dado por um policial civil, avô da vítima. 

O policial teria disparado para tentar intervir a ação de um criminoso. A investigação aponta que a criança estava em uma confraternização na residência do avô, quando no momento em que estavam de saída, um homem chegou ao local armado com uma faca e lesionou o pai do menino. 

Neste momento, o avô teria sacado a arma para conter o indivíduo, a população teria intervido e a arma disparado. Heitor Maia foi socorrido para o Instituto Doutor José Frota (IJF), mas não resistiu aos ferimentos. O homem que estava com a faca fugiu. 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que o policial civil se apresentou espontaneamente ao 34º Distrito Policial para esclarecer os fatos, foi ouvido e liberado. A arma utilizada pelo servidor foi apreendida e deve ser enviada para a Perícia Forense do Ceará (Pefoce). O caso é investigado pela Polícia Civil.                          (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.