Header Ads

Projetos contemplam crianças e adolescentes em Barbalha


Em Barbalha, crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social serão beneficiadas por parceria entre a Prefeitura Municipal e bancos privados. Os jovens receberão aporte financeiro para o desenvolvimento projetos sociais. Um deles contribuirá para manutenção da Casa de Acolhimento, equipamento mantido pela Prefeitura, que atende crianças e jovens temporariamente afastadas do convívio familiar. Por sua vez, o outro projeto aprovado servirá para mapeamento acerca da situação das crianças e adolescentes no Município, que servirá para o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para eles. 

Conforme explicou Luana Maia, secretária executiva dos Conselhos de Barbalha, as iniciativas foram aprovadas por meio de edital. O projeto Amigo de Valor, do Banco Santander, contribuirá com a Casa de Acolhimento que integra os equipamentos que compõem a Proteção Social Especial. “Trabalha diretamente ligada ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Conselho Tutelar e à Justiça”, completa. A verba será destinada à manutenção do local, com compra de material de higiene, roupas, remédios, leites, pagamento de alguns funcionários, compra de materiais eletrônicos e material didático. 

Já o projeto Conhecer para Transformar, do Banco Itaú, fará mapeamento sobre a situação de crianças e adolescentes em Barbalha. De acordo com Luana, o projeto tem duração de um ano e será realizado pela Secretaria, através da contratação de uma equipe preparada e orientada, que irá diretamente a campo para realizar mapeamento acerca da situação das crianças e adolescentes no Município. “O projeto tem previsão de duração de um ano. Como resultado, nós poderemos ter uma maior noção das reais necessidades das crianças e adolescentes aqui de Barbalha e poderemos realizar ações mais específicas em relação a essas necessidades e que tenham uma maior eficácia”. 

Atualmente, além da Casa de Acolhimento, a assistência em Barbalha conta com equipamentos como Creas, Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Conselho Tutelar. O Município possui atuação também do Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente, que funciona na sede da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social. No âmbito desses equipamentos, de acordo com Luana, são realizados programas, serviços e projetos voltados a crianças e adolescentes. Entre eles, há o Serviço de Convivência e o Programa Criança Feliz.

(Fonte: Jornal do Cariri)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.