Header Ads

Bancário acusado de espancar empresário até a morte após briga de trânsito deve ser transferido de Goiás para Juazeiro do Norte em até 30 dias


A Polícia Civil prendeu nesta quinta-feira (20), em Caldas Novas, região sul de Goiás, o bancário Raimundo Maciel Lopes Neto, de 33 anos, acusado de um homicídio em Juazeiro do Norte. Segundo as investigações, após uma briga de trânsito, ele perseguiu o empresário Pedro Ribeiro da Costa Neto, de 32, e o espancou até a morte. 

O crime aconteceu no dia 12 de agosto de 2018. Pedro chegou a ficar onze dias internado, mas não resistiu aos ferimentos. Desde então, Raimundo estava foragido. 

De acordo com a polícia, ele não apresentou advogado e deve prestar depoimento somente no Ceará, quando for transferido. 

Raimundo foi detido na casa onde morava, no Setor Mansões das Águas Quentes, onde o mandado de prisão preventiva foi cumprido. 



Na época, os dois estavam em um bar no bairro Lagoa Seca, em Juazeiro, e na saída tiveram um desentendimento. Pedro seguiu com seu carro, mas foi perseguido por Raimundo. Próximo a praça do Giradouro, quando Pedro parou no sinal, eles voltaram a discutir. 

Foi quando, então, o bancário começou a dar socos em Pedro, foram pelo menos 16. A corporação informou que mesmo após ele ter ficado desacordado, as agressões não cessaram. 

Raimundo já foi encaminhado ao Presídio de Caldas Novas a espera da transferência para a cidade de Juazeiro, o que deve ocorrer em até 30 dias.                                 (Fonte: G1 GO)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.