Header Ads

Corpo de travesti é encontrado na cachoeira de Missão Velha amarrado com correntes


Um cadáver foi encontrado da forma mais macabra possível por volta das 10 horas desta sexta-feira (14), na cachoeira de Missão Velha, e logo identificado como sendo da travesti “Monique”, como era conhecida Leonardo Matias Chagas, de 25 anos, que residia no Sítio Cajueirinho, em Juazeiro do Norte. O mesmo estava com o abdômen amarrado com correntes, além de cordas de nylon envoltas no pescoço e sob a ponte da cachoeira. 

O corpo se encontrava perto de um local com muitas pedras e parcialmente submerso. Uma patrulha do Destacamento Militar de Missão Velha esteve no local, onde um popular amarrou a ponta da corda no ferro que aponta os indicadores relacionados com o nível de profundidade para que o cadáver não descesse nas águas do rio. Os próprios populares, com a ajuda dos PMs, se encarregaram de retirar a vítima do reservatório. 

Este foi o primeiro homicídio do mês de fevereiro em Missão Velha e o segundo do ano. O outro tinha acontecido na noite do dia 7 de janeiro quando Francisco dos Santos Moura, de 20 anos, foi morto a golpes de faca. O crime aconteceu na Avenida Coronel José Dantas perto do Hospital Geral de Missão Velha (Bairro Maternidade). Ele residia na Rua José Arnaldo Maia daquele bairro e não tinha passagens pela polícia num caso, até agora, envolto em mistério. 

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.