Header Ads

Projeto clusters econômicos de inovação levantará problemas prioritários e trará soluções inovadoras em Juazeiro


A Prefeitura de Juazeiro do Norte, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Inovação (Sedeci), e o Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet) e da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior  (Secitece), apresentaram a nova etapa do Projeto Clusters Econômicos de Inovação aos clusters priorizados no Cariri: Comércio, Tecnologia da Informação e Comunicação, Infraestrutura e Logística, Turismo e Economia da Saúde. 

As reuniões aconteceram nessa quinta-feira, 20, e na quarta-feira, 19, com a presença do Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, e do Secretário Executivo do Comércio, Serviço e Inovação da Sedet, Júlio Cavalcante. 

A partir de agora, cada cluster vai formar sub-grupos, por empresas e pesquisadores, que definirão até oito problemas a serem defendidos para uma banca especializada em formato de pitch, em um novo encontro previsto para abril. Três desses problemas poderão ser definidos como prioritários e a expectativa é de que, até o final do ano, as devidas soluções inovadoras comecem a ser implementadas. 

As soluções serão desenvolvidas por dois pesquisadores e três startups da região, remunerados por bolsas da FUNCAP.  Para cada startup, serão três bolsas, totalizando nove. São esperados pesquisadores mestres e doutores. Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, a ideia é que os setores do Cariri mais fortes economicamente sejam laboratórios para a criação de uma nova economia alicerçada em práticas inovadoras de alcance mundial. 

"Problema é o melhor insumo para inovar, mas essa inovação tem que ter escalabilidade para ser sustentável", reforçou o Secretário Executivo do Comércio, Serviço e Inovação da Sedet, Júlio Cavalcante. 

Projeto 
O Projeto Clusters Econômicos de Inovação atua na articulação e integração da iniciativa privada, academia, Sistema S e outras instituições de fomento com o objetivo de gerar oportunidades nas regiões de planejamento do estado do Ceará, via inserção de inovações aos respectivos clusters econômicos de maior potencial e cuja formação de ensino superior e profissionalizante tenham maior oferta na região. O Projeto foi iniciado no ano passado com 5 das 14 regiões de Planejamento do Ceará. Além do Cariri, foram priorizados clusters na Grande Fortaleza, Sertão de Sobral, Vale do Jaguaribe e no Sertão Central. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.