Header Ads

Sem muros, estrutura onde funcionará a Escola João Alencar acumula lixo, entulho e preocupa moradores de Juazeiro

FOTO: Normando Sóracles
A prefeitura de Juazeiro do Norte anunciou no último dia 9 de janeiro que as aulas da Escola João Alencar ocorreriam em um antigo prédio da Universidade Regional do Cariri - Urca, logo após ser reformado. A estrutura, segundo nota da assessoria, estaria pronta para receber estudantes em cerca de 50 dias. No local, no entanto, foi constatado que não há trabalhadores. 

Além disso, moradores reclamam que durante a madrugada pessoas utilizam a estrutura que agora está aberta, para usar drogas. Uma mulher residente ao lado, próximo a avenida Castelo Branco, afirma que apenas a demolição dos muros foi feita, ainda com acúmulo de entulho. 

No prédio já funcionou a Lira Nordestina, centro cultural histórico na fabricação de cordéis. O prédio foi pensado para alocar estudantes do João Alencar, que fica a dois quarteirões de distância. A antiga estrutura do colégio teve de ser desapropriada por conta das obras da nova Arena Romeirão. 

Apesar de ter um prazo inicial de 50 dias para o fim das obras, o lugar tem aspecto de abandono. Não há placas informando sobre construtora, ou trabalhadores retirando os entulhos. Foi encontrado roupas, lixos e fezes dentro da estrutura. 

Outro lado 
Procurada pelo site, a assessoria afirmou que a Secretária de Educação, Maria Loureto de Lima, “aguarda o processo licitatório ser concluído para contratação da empresa que vai dar prosseguimento às obras”. Não foi informado sobre a limpeza do local nem sobre a retirada de entulhos. 

(Fonte: Site Miséria)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.