Header Ads

Coronavírus: Governo avalia adiar o Enem


O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) avalia adiar, em pelo menos 15 dias, o Exame Nacional de do Ensino Médio (Enem). O motivo é a crise na saúde pública devido ao novo coronavírus. Por isso, a quantidade de dias ainda é avaliada, uma vez que as medidas de isolamento são estudadas e atualizadas diariamente por governadores e prefeitos. Todos os estados do País e o Distrito Federal suspenderam as aulas devido à pandemia. 

De acordo com O Globo, nas discussões internas sobre o adiamento, há quem defenda que sejam 20 dias depois do previsto. Conforme calendário divulgado pelo Inep, as provas deveriam ocorrem em 11 e 18 de outubro na modalidade virtual e, no formato tradicional, em 1º e 8 de novembro.

Apesar de a decisão ser do ministro da Educação, Abraham Weintraub, o argumento utilizado é o calendário escolar atrasado e o tempo insuficiente para repassar o conteúdo aos estudantes. Os responsáveis não descartam também postergar o Enem para 2021. Os impactos no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) também são estudados. 

Com edital ainda em processo de finalização, é possível que os prazos de inscrição e solicitação de isenção também sejam alterados. Conforme apuração do O Globo, os técnicos também rejeitam a possibilidade de realizar o Exame apenas diigitalmente. Já que nem todos os candidatos detém de meios para responder as provas nesse formato.                        (O Povo)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.