Header Ads

Aprovação de Mandetta é o dobro da de Bolsonaro em condução da crise do coronavírus, diz pequisa


A aprovação da condução do Ministério da Saúde subiu e é mais do que o dobro do percentual de aprovação do presidente Jair Bolsonaro, de acordo com a pesquisa do Datafolha feita entre quarta-feira (1º) e esta sexta-feira (3). 

O ministério conduzido por Luiz Henrique Mandetta subiu da aprovação de 55% para 76%; já a reprovação, caiu de 12% para 5%. A reprovação de Bolsonaro sobre a ação na emergência sanitária causada pelo coronavírus subiu de 33% para 39%. A aprovação foi de 33% para 35%. A pesquisa anterior havia sido feita entre os dias 18 e 20 de março. 

Bolsonaro e Mandetta têm mostrado diferenças no entendimento sobre as medidas de enfrentamento ao novo coronavírus no Brasil. O ministro reitera a necessidade de manter o isolamento social, enquanto Bolsonaro reforça sua posição contra o distanciamento, ignorando as indicações da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

A rejeição de Bolsonaro teve alta maior entre moradores do Sudeste, subindo de 34% para 41%. Já no Norte/Centro Oeste, de 24% para 34%. 

O Datafolha também mediu a aprovação de governadores e prefeitos. A pesquisa mediu de 58% dos brasileiros aprovam a gestão de seus governadores, alta de 4% em relação à pesquisa anterior. O índice de reprovação se manteve 16% e o de avaliação regular caiu de 28% para 23%. Na avaliação de prefeitos, 50% receberam ótimo e bom, 25% regular e 22% ruim e péssimo. 

A pesquisa ouviu 1.511 brasileiros adultos e foi realizada por telefone, para evitar contato pessoal. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.                       (Diário do Nordeste)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.